Cristãos que acreditam na Bíblia são chamados de idiotas e extremistas


Cristãos que acreditam na Bíblia são chamados de idiotas e extremistasCristãos que acreditam na Bíblia são chamados de idiotas e extremistas
Os cristãos do Reino Unido estão revoltados após terem sido chamados de “extremistas” e “idiotas” por acreditarem no criacionismo descrito na Bíblia.
De acordo com o Instituto Cristão do Reino Unido, a rede de TVBBC admitiu que o apresentador Jeremy Paxman ofendeu os cristãos, mas que essa opinião é pessoal.
Paxman fez essas declarações durante uma entrevista como o famoso biólogo ateu Richard Dawkins durante o programa BBC Newsnight. Durante a conversa em frente às câmeras, Dawkins declarou que a história da criação bíblica é apenas um mito conhecido, mas ressaltou que, nos Estados Unidos, 40% das pessoas acreditam que a história da criação descrita em Gênesis é literal e verdadeira.
“Eles provavelmente acham que a esposa de Ló foi transformada numa estátua de sal”, acrescentou. Logo em seguida, Paxman perguntou: “Você realmente se importa que haja tanta gente idiota por aí? Dizendo bobagens religiosas e dizendo acreditar em num Gênesis literal…”
Embora admita que as observações do apresentador foram ofensivas, o canal BBC rejeitou a ideia que Paxman violou as regras de imparcialidade e diz que ele não sofrerá nenhuma punição. Em nota oficial, a assessória da BBC reconhece que os comentários “eram ofensivos para algumas pessoas da audiência e que não havia nenhum propósito editorial claro para serem usados no Newsnight”.
O Instituto Cristão também reclama que os evangélicos britânicos estão preocupados por terem sido classificados como “extremistas”, e comparados aos muçulmanos radicais.
Em uma matéria recente, o jornal The Guardian falava sobre o veto de novas escolas sustentadas por grupos religiosos, o Conselheiro Alan Judd escreveu: “Proibir os crentes de fundarem novas escolas poderia excluir um grande número de pessoas capazes, bem-intencionadas e experientes que podem fazer muito para elevar os níveis da educação. O problema é como sempre, quando isso é levado ao extremo, quer sejam cristãos evangélicos , muçulmanos ou judeus radicais. Tais pedidos necessitam de um exame cuidadoso pois não deve haver crenças religiosas e ideológicas nas escolas… As crianças devem ser capazes de participar de uma sociedade mais ampla, sem ter seus horizontes estreitados pelo fundamentalismo”.
O motivo da reclamação é que nessas escolas, as origens do universo seriam ensinadas a partir de uma visão religiosa e não científica. O veto insinua que a educação religiosa é uma doutrina que contraria várias teorias científicas, entre elas a evolução.
Steve Clifford, diretor executivo da Aliança Evangélica, disse que “é errado e preocupante que algumas Conselheiro do governo classifique os evangélicos de extremistas. Há aproximadamente dois milhões de evangélicos no Reino Unido, esta é a porção da igreja que mais cresce em todo o mundo. Eles levam sua fé a sério, mas isso não os torna extremistas.”
Traduzido de God Discussion

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livros de Ellen White em PDF - Download

Colossenses 2:13-14 - Explicação