Ecomenismo: Papa e Obama unidos para salvar a Terra

NÃO DEIXE DE LER OS DOIS PARÁGRAFOS ABAIXO:

"As predições de que a intolerância religiosa alcançaria predomínio, de que a Igreja e o Estado se uniriam para perseguir os que guardam os mandamentos de Deus, têm sido consideradas como sem fundamentos e absurdas. Mas ao ser amplamente discutida a questão da observância do domingo, vê-se a aproximação do evento há tempo duvidado, e a mensagem produzirá um efeito que antes não seria possível." O Grande Conflito (condensado), pág. 320.

"Dignitários da Igreja e Estado se unirão para persuadir ou compelir todas as classes a honrar o domingo. Mesmo na livre América do Norte governantes e legisladores cederão ao pedido popular de uma lei que imponha a observância do domingo." O Grande Conflito (condensado), pág. 313 . 

AGORA, VEJA A SEMELHANÇA COM O QUE OBAMA DISSE SOBRE A ENCÍCLICA PAPAL:

Congratulo-me com Sua Santidade o papa Francisco pela encíclica, e admiro profundamente a decisão do papa em tratar sobre o tema – de forma clara, poderosa e com a autoridade moral completa de sua posição – pela ação com respeito à mudança climática global. Como o papa Francisco tão eloquentemente afirmou nesta manhã [ontem], temos uma profunda responsabilidade de proteger nossos filhos e os filhos dos nossos filhos dos impactos nocivos das alterações climáticas. Acredito que os Estados Unidos devem ser um líder nesse esforço, e que por isso estou comprometido a tomar ações ousadas no país e no exterior para reduzir a poluição por carbono, para ampliar a energia limpa e a eficiência energética, para garantir a resistência em comunidades vulneráveis e para encorajar a gestão responsável dos nossos recursos naturais. Temos também que proteger os pobres no mundo, que têm feito o mínimo para contribuir com esta crise iminente e são os que mais estão perdendo. Estou ansioso para discutir essas questões com o papa Francisco quando ele visitar a Casa Branca em setembro. E enquanto nos preparamos para as negociações climáticas globais em Paris, em dezembro, é minha esperança que todos os líderes mundiais – e todos os filhos de Deus – reflitam sobre o chamado do papa Francisco a se unirem para cuidar de nossa casa comum.” Disse Obama.

A serva do Senhor nos alerta:

"Os dirigentes do movimento em favor do domingo podem advogar reformas de que o povo necessita [mais tempo com a família, um dia de repouso, preservação dos recursos naturais e etc.], princípios em harmonia com a Bíblia; contudo, enquanto houver com eles uma exigência contrária à lei de Deus, Seus servos não poderão se unir a eles. Coisa alguma pode justificar que se ponha de parte os mandamentos de Deus, substituindo-os pelos preceitos dos homens." O Grande Conflito (condensado), pág. 310.

O guarda do domingo tem sido indicada como solução para a diminuição do aquecimento global. O papa tem atribuído ao domingo características do sábado bíblico, confira: 

"A participação na Eucaristia é especialmente importante ao domingo. Este dia, à semelhança do sábado judaico, é-nos oferecido como dia de cura das relações do ser humano com Deus, consigo mesmo, com os outros e com o mundo. O domingo é o dia  da Ressurreição, o «primeiro dia» da nova criação, que tem as suas primícias na humanidade ressuscitada do Senhor, garantia da transfiguração final de toda a realidade criada. Além disso, este dia anuncia «o descanso eterno do homem, em Deus».[168] Assim, a espiritualidade cristã integra o valor do repouso e da festa. O ser humano tende a reduzir o descanso contemplativo ao âmbito do estéril e do inútil, esquecendo que deste modo se tira à obra realizada o mais importante: o seu significado. Na nossa actividade, somos chamados a incluir uma dimensão receptiva e gratuita, o que é diferente da simples inactividade. Trata-se doutra maneira de agir, que pertence à nossa essência. Assim, a acção humana é preservada não só do activismo vazio, mas também da ganância desenfreada e da consciência que se isola buscando apenas o benefício pessoal. A lei do repouso semanal impunha abster-se do trabalho no sétimo dia, «para que descansem o teu boi e o teu jumento e tomem fôlego o filho da tua serva e o estrangeiro residente» (Ex 23, 12). O repouso é uma ampliação do olhar, que permite voltar a reconhecer os direitos dos outros. Assim o dia de descanso, cujo centro é a Eucaristia, difunde a sua luz sobre a semana inteira e encoraja-nos a assumir o cuidado da natureza e dos pobres." Parágrafo 237 da Encíclica papal "Laudato si"

Leia a Encíclica papal clicando aqui.

Isso tudo não lhe diz nada? Ainda acha que os adventistas inventaram que haveria um decreto dominical? Os sinais aí estão. Tudo converge para a promoção do domingo como um dia de repouso em substituição ao sábado bíblico. 







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livros de Ellen White em PDF - Download

Colossenses 2:13-14 - Explicação